cartas

Ao ler um e-mail do Roberto Bolaño (o escritor, não o Chespirito) para uma amiga, me deu vontade de corresponder com amigos, então juntei essa vontade com a fome de fazer uma newsletter e aqui estamos.

Eu sou Gmork!

Para manter um padrão pessoal de absurdos neste boletim (carece de palavra melhor), evito comentários acerca da escatologia política brasileira. Contudo eu preciso passar tangencialmente… Continue a ler »Eu sou Gmork!